Comente e exercite a sua mente...

Páginas

quarta-feira, 17 de março de 2010

Que seja eterno enquanto dure...


Eu já escrevi muitos amores
E todos regados por dissabores
Acredito que eu sou vitima do coração
E meu amor verdadeiro, seja a solidão

Não que eu seja um homem pessimista
Eu até me dou bem na arte da conquista
Mas comigo, o eterno não dura para sempre
E o amor para mim sempre mente

Eu me entrego de corpo e alma
E logo aquele intenso desejo se acalma
E o que era para ser uma grande paixão
Transforma-se novamente em mais uma decepção...


Se você gostou desta poesia te convido a visita Meu Mundo Quadrado e ler o post Solitude...

6 comentários:

Sonhadora disse...

Normalmente é assim...lindo poema.

Beijinhos
Sonhadora

Pedro disse...

Hey,


Comigo também é assim...Faço de tudo, mas no fundo sempre me ferro!!
Acho que todo mundo passa por isso e um dia a pessoa certa aparece!!

=)

Elzenir Apolinário disse...

também sou vitima do coração, me entrego demais...Dá uma olhadinha no meu poema He( Ele).Bjs

Maris Morgenstern disse...

é assim com quase todos...

√ih disse...

Muitas vezes nos entregamos demais a um amor, mais acabamos nos ferrando.

Lindo poema, porém, triste.

Bjos

Sonia Pallone disse...

Aqui os textos têm vida e os sentimentos fluem, à flor da pele... Bjs meu querido.

Jataí-Goiás Minha Linda Cidade...

Me diga da onde você é?

Me encontre também no Twitter...

Quer ser meu amigo no Okut?É só dar um clik na imagem e me adicionar...

Related Posts with Thumbnails