Comente e exercite a sua mente...

Páginas

sexta-feira, 27 de maio de 2011

João Bobo

Como um fantoche eu dancei sua canção
Um   tango   japonês   recheado  de  ilusão
Como uma criança fui iludido por uma bala
Este  seu doce veneno que s ai  de  sua  fala

Suas mentiras para  mim  foram  verdades
Como uma droga em overdose de felicidades
Mas hoje suas lagrima não me molham mais
Eu conseguir me libertar deste seu amor sagaz

Foram   anos    tentado  te  arrancar  de  mim
E  você a creditando   que   nunca   ia   ter fim
Este  seu  domínio   sobre  as   minhas   ações
Que foi  morto  pelas  flechadas  das  decepções...

Saulo Prado

6 comentários:

Letícia Nunes disse...

Oi Saulo!!
Há o momento de aceitar
Há o momento de mudar e há o momento de diZer CHEGAAA!!

Beijinhos

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

Ninguém consegue enganar durante todo tempo,só se for para que se componha uma beleza como esta!

Um beijo carinhoso!

Sonia Regina

Sandra Botelho disse...

É assim que morre um amor...
beijos achocolatados

Mara Neris disse...

Ameeei a imagem, o poema e todo o resto.

Borboletas no Estômago disse...

cada coisa a seu tempo...

Enfermagem Online disse...

***blog wonderful, congratulations***
I am following…
-Visit my photos-
www.top-graf.com
Kisses

Jataí-Goiás Minha Linda Cidade...

Me diga da onde você é?

Me encontre também no Twitter...

Quer ser meu amigo no Okut?É só dar um clik na imagem e me adicionar...

Related Posts with Thumbnails